• Do Rio pra cá

A Meca dos surfistas!


Foto: Banco de imagens

A Gold Coast é um paraíso para os surfistas! Aqui você encontra muitas opções de praias para surfar.

Diferentes tipos de onda, de crowd e infelizmente aqui a possibilidade de encontrar um tubarão é real. Isso é até uma questão interessante quando comparamos brasileiros e australianos. Como não somos acostumados com a presença de tubarões em águas brasileiras, ficamos completamente aterrorizados com esse assunto aqui. Já os australianos crescem com essa possibilidade, então pra eles é como se o mar fosse o habitat natural dos tubarões e nós é que estamos de intrusos e por isso, corremos esse risco. Enfim, eu como brasileira jamais irei me acostumar com este fato, mas enfim, vamos seguindo a parte boa da história hehe. A Cultura do surf por aqui é muito forte, todo mundo tem prancha, e você encontra crianças bem pequenas até vovôs e vovós se arriscando e mandando super bem nas ondas!!! Exatamente pela boa qualidade das ondas, a Gold Coast atrai surfistas e simpatizantes do surf do mundo todo! É uma cidade multicultural. A gente brinca que dependendo do bairro, o que você menos encontrará é australiano. De Surfers Paradise até Snapper Rocks são quase 30 quilômetros de muito surf, beleza natural e ondas para todos os gostos! O mais lendário pico de surf por aqui é o chamado "Superbank" composto pelas ondas de Snapper Rocks, Greenmount, Little Marley and Kirra.

Essas ondas quebram normalmente separadamente mas dependendo do swell ou ciclone que se formar, elas se transformam em uma onda só, começando em Snapper e terminando em Kirra e sendo provavelmente a onda mais longa da sua vida. No meio de tanta beleza da natureza temos apenas dois problemas:

1- Não é todo dia que rola essa conexão. Na verdade é bem raro.

2- Por ser raro como dito acima, quando quebra, acho que você poderá encontrar além das ondas, um dos crowds mais cheios e chatos do planeta - hehe - pois o mundo TODO vai pra água sonhando em pegar essa onda mágica e longa...então fica difícil conquistar seu lugar ao céu. Mas em compensação, se você consegue pegar uma onda dessa, sem sombras de dúvidas, por alguns segundos vai até esquecer desse crowd around.

Eu prefiro tentar fugir do crowd (missão quase impossível) e ganhar um pouco mais pela quantidade do que tanta qualidade - hehe. Durranbah, uma praia ao lado de Snapper, é a minha preferida, onde você encontra muitos brasileiros na água. O crowd mesmo assim é chato mas aí também não jeito mate... We are in Straya! O pico mundial do surf! No fim de fevereiro, começa o circuito o mundial e a primeira etapa é aqui, na famosa direita de Snapper Rocks. Os olhos do mundo se voltam pra cá para conferir quem vai sair na frente, na temporada que se inicia, quem são os novos talentos e as novidades do mundo do surf. Estou muito feliz por estar vivendo aqui nesse momento, onde o surf brasileiro está tão forte, em evolução constante e mostrando seu valor. Ano passado o Brasileiro Filipe Toledo levou a etapa por aqui e Adriano de Sousa levou o título mundial no final do ano no Hawaii. Então começamos 2016 com o mundo dando cada vez mais valor ao surf brasileiro e o mais curioso é saber o que a já famosa "Brazilian Storm" vai aprontar! Vale a pena conferir! Cheers!

Photo: Jack Dekort

#Austrália #CarolinaMiranda

7 visualizações

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle