• naravidal

Os ventos da mudança estão soprando...

Atualizado: 10 de Out de 2019


Os ventos da mudança estão soprando na Rota das Artes. Ontem teve eleição aqui e eu tô torcendo por esta mudança.

Imagem Google

Aí temos: hung parliament. Isso significa que nenhum partido conseguiu o número de votos necessários para clamar vitória. Ainda assim, o Conservative continua sendo o partido com maior representação e May deve seguir como PM. Mas, mas, mas o interessantíssimo disso é que o Labour conseguiu um número de representação impensável, visto que Jeremy Corbyn não é exatamente "everyone's cup of tea" (cup of tea aqui é necessário, ok?)

Corbyn é socialista, ativista, quer acabar com privatizações, tem ideias bastante polêmicas.

Mas numa eleição que, me parece, todo mundo perdeu, Corbyn se destacou. E vejam que coisa: mais de 70% de votos ditos "jovens" foram votos para Labour (Corbyn). Na cidade de Canterbury (Cantuária), bem perto daqui de casa, Labour ganhou. Canterbury é uma área que, desde a segunda guerra, tem representação Conservative e agora a mudança! A cidade é universitária e Corbyn quer oferecer universidade de graça e alguns investimentos a mais na Educação. Já o Conservative, me parece, não faz questão de refletir sobre o contraste entre upper class x working class. A classe trabalhadora é aquela que, geralmente, não pode pagar universidades e sai do segundo grau direto para o trabalho. Nada de mal em trabalhar desde cedo, mas há uma problema aí que é a falta de OPORTUNIDADE. Há os que querem trabalhar sem passar por uma universidade. Há os querem frequentar uma universidade mas não conseguem pagar, frustrando potenciais carreiras.

Num país onde votar não é obrigatório, mais de 8 mil votos novos foram registrados em Canterbury. É muita gente querendo mudança e subestimar é sempre muito arriscado. O positivo disso tudo é que a onda conservadora não tá com essa bola toda nesta ilha da qual vos falo.

E eu, neste momento, aposto na mudança.

Conforme a nota na Publishnews desta semana, eu enlouqueci e vou abrir uma livraria lá em Londres.

A Capitolina Books abre suas portas virtuais a partir de setembro.

Enquanto isso, já tem até uma página pra quem quiser curtir, acompanhar.O catálogo que está se formando é de arrasar, com autores e editoras incríveis!

Além disso, uma página no site será dedicada a entrevistas com autores, editores e tradutores.

Acompanhem! Capitolina Books

#NaraVidal #Londres #Inglaterra

6 visualizações

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle