• Sonaira D'Ávila

Partiu Japão! 11 dias por Tóquio e Kyoto

Atualizado: 5 de Out de 2019


Este ano fazemos, eu e marido alemão, 10 anos de casados e desde que nos conhecemos no final do ano de 2001 e nos mudamos para a Alemanha, ele me conta sobre sua vida e trabalhos no Japão. E como este país influenciou sua forma de ver e ser no mundo. Ouvi histórias de sua bolsa de estudos, os primeiros projetos, as namoradas, a quase decisão de morar de vez por lá. Sei quanto a alma dele triangula entre Alemanha, Japão e Brasil. Já falamos de fazer esta viagem juntos algumas vezes, mas agora, surgiu a oportunidade e vai ser o nosso presente de bodas: então partiu Japão, numa viagem de 11 dias por Tóquio e Kyoto!

Free photo by Pixabay

Dizem que o Japão é atemporal e nele as tradições antigas se fundem com a vida moderna como se fossem a coisa mais natural do mundo. Planejar uma viagem é começar a embarcar nela. Cada video, foto ou texto que vamos lendo, vai estimulando a nossa imaginação e sentidos. Marido vai rever histórias e eu pela primeira vez, embarco sem saber nem o nome do hotel e roteiro da viagem.

Só sei que começaremos por Tóquio e passaremos em Kyoto, o resto vai ser surpresa. Nem ele sabe ao certo. São encontros de trabalho e homenagens ao meu grande mestre aqui. E eu vou sem planos apenas com uma orientação do que gostaria de ver, baixar o Google tradutor para ler as imagens Japonesas off-line, traduzir para português e ver no que vai dar. E deixar o fluxo me levar.

Mas por onde começar?

1- A impressionante megalópole Tokyo com 40 milhões de pessoas. Ai, que dá até um medinho.

2- Os templos em Kyoto. Esta é uma cidade de cerca de 2.000 templos e santuários, tombada pela Unesco: uma cidade de verdadeiras obras-primas da arquitetura religiosa. Ok são mais de 2.000, eu acho que consigo ir em uns 10. Será? É o Coração Espiritual do Japão, então vou tratar de comprar meu Goshuin-cho - um livro especial que se pode obter nos templos ou papelarias e que nele cabem entre 20-40 carimbos dos templos visitados. Bom começar a treinar: "Goshuin wa doko de morae masuka?" (Onde posso obter um carimbo goshuin?)

3-Onsen- A típica terma natural de fontes termais que fica em banhos públicos ou Ryokans. Se não desencarnar agora, eu viro sopa.

4-Culinária Japonesa. A culinária japonesa foi adicionada à lista do Patrimônio Cultural Imaterial da Unesco e eu sou daquelas pessoas que amo experimentar coisas novas. Mas de cara não sou fã de de peixe cru, já os Tempuras, uhmmm. Veremos.

5-Tradição- Passado e futuro de mãos dadas. Um show com robôs ou gueixas? Anime, mangás ou Karaokê? Estão nos meus plano experimentar o matcha ( o chá verde) em uma tradicional cerimônia do chá, passar a noite em um ryokan, mergulhar em um onsen, provar da culinária japonesa, qualquer escolha, com certeza, vai me aproximar do singular modo de vida japonês. Aqui vou contando tudinho destes11 dias por Tóquio e Kyoto.

Então, Partiu Japão!!!!

Até! Sayonara さようなら

Quer saber mais sobre nossas aventuras por ai? Então siga a gente no Facebook, Instagram e Youtube. Acesse e se divirta com as nossas histórias.

#SonairaDÁvila #Japão #SeuLugar #dicas

10 visualizações

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle