• Mônica Marks

Golfe, meu hobby na Suíça


Esse é o campo de golfe mais perto de casa. Está na fronteira da Alemanha no distrito de Rheinfelden, uma pequena localidade de pouco mais de 13 mil habitantes. Fica a mais ou menos 15 a 20 minutos de carro da minha casa em Basel.


Aqui, na Suíça, só se pode jogar tendo um handicap oficial, que é uma avaliação do nível do jogador. Eu nunca tirei o meu pela razão de que na Austrália, onde morei, não precisava dele. Mas, na Europa toda você precisa ter o seu handicap.


Aqui, vale um pouco de história sobre o golfe. O esporte foi criado no século 15 na Escócia mais precisamente em Saint Andrews no norte do país. No início, o esporte não foi bem aceito sob a acusação de que sua prática atrapalharia a prática de outro esporte, o arco e flecha. Esse era não apenas uma modalidade esportiva, mas também usado para a defesa dos escoceses da época.

Na Escócia, aliás, local de nascimento do meu marido, e em toda a Grã Bretanha não é preciso ter o tal do handicap se a prática for um clube particular exclusivo. Só há poucos anos, as mulheres foram aceitas nesse campo de Saint Andrews. Antigamente, só homens eram aceitos.


Há 15 anos, eu tentei me aventurar no golfe. Não curti. Quando vivia na Austrália, dei outra chance ao golfe. E, aí, me apaixonei! Uma amiga me deu a bolsa com os tacos e marquei umas aulas .


Voltei agora a jogar aqui na Suíça depois de 3 anos. Voltei pra ver se ainda gostava. E foi confirmado: meu novo hobby e esporte. Físico, mental e emocional...perfeito!!!


Vou juntando histórias e fotos (como essas acima) daqui da Suíça e da Europa pra contar pra vocês. Não deixem de seguir nossas amigas também pelo Facebook e pelo Instagram.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo