• naravidal

Que sorte a minha! Meu marido me ajuda em casa

Atualizado: 11 de Out de 2019


Neste ano, comemora-se ou marca os 100 anos do direito de voto conquistado pelas mulheres aqui na Inglaterra. Uma amiga minha que está entrando na política e levantando essa bandeira de igualdade, vai dar uma festa para comemorar , mas pra também mostrar que estamos no meio do caminho e, apesar de batalhas ganhas, a guerra ainda não acabou.

Quanto sentido fazia Beauvoir quando dizia que o feminino é um conceito inventado pela sociedade para categorizar, domar e diminuir quem somos! Há um ano, quando venceu Donald Trump, teve protesto aqui em Londres para dizer que todos os direitos conquistados, e não foram poucas as brigas, não serão esquecidos, renegociados. Somos donas do nosso corpo e das nossas decisões. Se eu sou julgada porque já fiz um aborto, porque tive uma namorada, porque já fui atacada dentro e fora de casa, o problema não é só dos homens. É nosso também. Precisamos reconhecer esse tropeço e nos responsabilizar por isso.

A relação entre mulheres é complexa, pode ser fundamentada em competição, em inveja. Enquanto não tiver irmandade, bondade, solidariedade e compaixão, podemos lutar para que os homens reconheçam nossos direitos, mas não vamos muito longe. As mulheres precisam vir junto. Quantas vezes eu ouço julgamento de mulheres muito mais machistas que os próprios homens. Mulheres que perpetuam e dão voz, dentro do silêncio condescendente, ao brado repugnante do machista. Vivemos num país onde a primeira dama não pode falar. Que vergonha! E não venham me dizer que ela não tem o que dizer. Isso perpetua o machismo.

Todo mundo tem algo a dizer. Cada um. Se você acha que precisa dar satisfações de hora em hora para o namorado, marido quando sai com amigos, você perpetua o machismo. Se quando apresentada a uma mulher você não é cordial ou gentil, você perpetua o machismo. Se você ainda se escandaliza (que preguiça!) com duas meninas ou dois meninos se beijando, se amando, você perpetua o machismo. Se você diz que seu marido te "ajuda" em casa, você perpetua o machismo. Se você acha estranho ter amigos do sexo oposto ao seu, (ai que preguiça!) você perpetua o machismo. Se você não acha apropriado sair sozinha, você perpetua o machismo. Se você concorda que homens e a religião devem decidir sobre o seu corpo, você perpetua o machismo.

Meninas, somos grandes porque somos muitas. Juntas, então... Recalque é um negócio tão cafona, anyway.

Você já falou bem de uma mulher hoje? Vamos?

#100anosdedireitoaovoto #NaraVidal #Inglaterra #Mulheres #sufragiofeminino

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle