top of page
  • Foto do escritorDo Rio pra cá

Desejos para 2024

Atualizado: 28 de dez. de 2023


Sabemos que há pessoas que gostam e outras não. Pode ser até uma tortura ter que olhar para atrás e fazer uma revisão do que aconteceu, sejam tristezas, alegrias, perdas ou ganhos. Mas, querendo ou não, os meses se foram, o ano vai chegando ao fim. Então, é hora de montar a famosa lista de “desejos”. Quem sabe, pode ser uma forma de escolher caminhos diferentes que nos tragam conquistas, saúde e felicidade ao longo de 2024. Por aqui, resolvemos não fugir à regra. Segue a nossa lista:


  • “Desejo que as pessoas tenham mais tolerância e que tenhamos uma sociedade mais respeitosa. O restante: muita saúde para todos. Sobre Portugal, desejo que o novo Governo, que vai chegar em março de 2024, possa reestruturar o país e nos dar uma vida digna, como tínhamos há poucos anos”. (Ana Maria Villaça, Lisboa, Portugal)


  • “Fim de guerras. Cura de doenças. Tenho desejos para 2024 que, infelizmente, não estão ao meu alcance. Outros, sim. Como não deixar de ir ao ginásio – academia - mesmo sob o frio do inverno de Portugal; sempre denunciar qualquer caso de xenofobia e ver o país que eu escolhi para morar não cobrar um "rim" de aluguel – arrendamento-  do seu próprio povo”. (Bete Antunes, Leiria, Portugal)


  • “Que 2024 traga compaixão, respeito às diferenças, paz interna e externa, justiça, igualdade, acolhimento e saúde pra dar e doar. E que todos esses anseios pessoais que pertencem só ao seu ser sejam satisfeitos”. (Dani Paiva, Londres, Inglaterra)


  • “E se eu acordasse e não tivesse mais nenhuma guerra no mundo? Se eu abrisse os olhos e não visse mais ninguém discutindo sobre política, futebol, vacina? E se eu ligasse a TV e a manchete em edição extraordinária fosse a cura do ódio, da intolerância, da misoginia, da transfobia, do racismo, da xenofobia? Não custa nada sonhar e desejar. Esse jogo do “se” bem que podia se tornar real em 2024, ao menos, no coração de um ser humano. Feliz Ano Novo”. (Guiga Soares, Rio de Janeiro, Brasil)


  • “Feliz dois ... Como? Me assustei ao ligar a TV e acabei por perder o raciocínio. Já olharam o noticiário de hoje? Feliz dois mil e … nossa, mas a renda não vai parar de subir? Me desculpem, acabei de abrir o boleto do aluguel. Falando nisso, até quando quem ganha o mínimo não tem o “mínimo” de dignidade? Feliz dois mil e vinte e … quando o respeito vai voltar a ser pauta? Aquele senhor está nos olhando diferente e isso me incomoda. FELIZ DOIS MIL E VINTE E QUATRO! Ufa, consegui. Que as próximas interrupções sejam para notar coisas boas. Que o virar de mais um número consiga trazer esperança, empatia e muitos motivos para sorrir”. (Jaqueline Figueiredo, Aveiro, Portugal)


  • “Um novo ano, um novo suspiro de esperança. Que nessa passagem de ano tenhamos muita escuta e consigamos a simplicidade de uma boa conversa, como já fizemos outrora. Que possamos estar presentes aonde estivermos, mesmo que seja no silêncio. Que as atitudes voltem a ter mais importância do que o status ou o discurso. E que, tenhamos saúde e alegria para desfrutar a vida como deve ser, doce, leve e agora. 3, 2, 1… Feliz Ano Novo!” (Mitzi Evelyn, Londres, Inglaterra)


  • “Finitude é esta a mensagem do ano que já, já se despede de nós. Esta finitude nos impõe um sentido de urgência marcado por um dead line em contagem decrescente. Menos um dia, faltam algumas horas, daqui a pouco. Estamos numa corrida contra o tempo e  vivendo sempre na exaustão de “fechar” o ano que se vai. Ávidos pelo novo, pelo recomeço, nos repetimos ano após ano realizando um ritual enlouquecido de encerrar o ano. Finito. Desejo? Que nessa loucura de emoções que chamamos vida nos concentremos mais no momento, o nosso maior presente. O “agora” é tão único que não merece se deixar aprisionar por Chronos, o senhor do próprio tempo calculado, aquele tempo subordinado ao relógio, do qual não conseguimos fugir facilmente e que devora a todos. Dizem que ele que irá governar 2024. Meu desejo, e exercício diário, é dar vida aos dias em vez de apenas dias a vida. Deixar que Kairós - a qualidade do tempo vivido, o tempo oportuno, o das possibilidades que acontecem apenas no momento, o do “agora” que faz um acontecimento ser especial e único - seja inesquecível. Um presente! Viver em Kairós, o qualitativo do tempo que surge com inúmeras oportunidades, ou  em  Chronos, que conserva a ordem vigente que mensura os segundos para não perder o controle dos dias? Que saibamos escolher quem vai nos governar em 2024”. (Sonaira d`Ávila, Rio de Janeiro, Brasil)


  • “Que 2024 venha com bênçãos. Abençoar é um ato de amor. Amor a mim mesma e ao próximo. Que seja então um exercício de bênçãos. Que Deus me abençoe, abençoe a minha família e a todos nós. Que me abençoe com mais amor, prosperidade financeira, saúde e cura, harmonia familiar, compreensão, compaixão, paciência e tolerância. Alegria mesmo nos momentos mais difíceis, resistência e resiliência. Que 2024 abra todas as minhas portas para projetos profissionais produtivos, estabilidade financeira, amizades sólidas, cura de todos os males físicos e não só. Força e muita proteção divina. 2024 já é um ano de facilidade, alegria e glória” (Soraia d`Ávila, Estocolmo, Suécia)


FELIZ 2024

Dicas sobre o nosso time e sobre as nossas andanças, acesse também o Facebook e Instagram. 

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page