• Soraia de Melo D'Ávila

Midsommar, festa do solstício de verão na Suécia

Atualizado: Jun 24


Enquanto no hemisfério sul é chegada a hora do solstício de inverno, no hemisfério norte é o solstício de verão que chega com força total.


Aqui, na Suécia, a celebração dessa fase do ano se chama Midsommar. É um dos principais feriados do país. É celebrado desde o século 12 (há historiadores que acreditam que existe desde a Idade da Pedra) e é muito conhecido por ser um dos rituais pagãos mais tradicionais.


O Midsommar é comemorado com uma grande festa em todo o país, considerada a segunda festa mais importante ficando atrás somente do Natal. Há, inclusive, um filme com esse título.

Os suecos celebram esse dia, o mais longo do ano - o sol nasce às 3h30 e se põe às 10h00 - com muita alegria e vibração. As celebrações acontecem nos parques e nos jardins. O importante é que seja ao ar livre.

Mastro do verão, Suécia, Midsommar
Esse é o mastro do verão montado com flores e folhas. ( Foto: Pixabay)

Comidas típicas, como o arenque em conserva (sill), muita música, danças folclóricas ao redor do mastro de madeira (majstång), grinaldas de flores nas cabeças das mulheres e muita bebida estão por várias partes do país. O mastro de verão é decorado com vegetação e muitas flores. Sua origem remonta o final da Idade Média. No sueco antigo, maja (de majstång) significa decorar com folhas verdes.

Mastro de verão, Soraia d´Ávila, Suécia
Olha, eu aí, durante a montagem do mastro de verão. ( Foto: Acervo pessoal)

O solstício de verão é uma data que varia a cada ano entre os dias 21 e 23 de junho. Na Suécia, é comemorado na sexta-feira mais próxima (midsommarafton) dessa data e continua no sábado (midsommardag). Vocês devem se perguntar: por que motivo a festa dura 2 dias? A resposta é: para que todos possam aproveitar muita a festa, a comida e a bebida e descansar no domingo.


O Midsommar, na verdade, era uma festa pagã ligada ao solstício e à fertilidade quando o Sol e a Terra estavam no ápice de seus poderes reprodutivos. E por isso é motivo de celebração à abundância, ao plantio, às flores, à força da natureza.


Como o Midsommar é uma grande e esperada festa associada à fertilidade, muitas mulheres acabam engravidando nessa época do ano. Por aqui, se diz que as pessoas nascidas em março são popularmente chamadas de midsommarbarn, crianças de verão.

Guirlanda de flores, Suécia
As mulheres usam guirlandas na cabeça durante a festa. ( Foto: Pixabay)

Mas há também um lado místico interessante. Dizem que as mulheres solteiras devem fazer um buquê com 7 ou 9 flores colhidas no dia do Midsommar. E, que devem dormir com ele debaixo do travesseiro naquela mesma noite. Dessa forma, diz a crença popular, quem sabe, elas sonhariam com o seus futuros maridos.


Que tal tentar? Pode ser que funcione. O meu eu já fiz.


Não deixe de seguir nossa turma pelo mundo também no Facebook e no Instagram.


Posts recentes

Ver tudo