• Ana Maria Villaça

Portugal de novo em estado de calamidade

Atualizado: 28 de nov. de 2021


Portugal Continental está de novo em estado de calamidade a partir de 1º de dezembro. Será um retorno depois de ter vivido neste nível entre 1º de maio e 30 de setembro deste ano. Em 1º de outubro, passamos para a situação de alerta.


O número de casos e de mortes por Covid-19 aumentaram em Portugal e em toda a Europa. O governo português quer evitar a todo o custo um cenário parecido ao de janeiro de 2021, que foi particularmente muito ruim para o país.


"Não obstante o sucesso da vacinação e do esforço que temos de prosseguir, temos de ter consciência de estar a entrar numa fase de maior risco. Assistimos a um crescimento significativo da pandemia nos restantes países da União Europeia. Portugal não é uma ilha", disse o primeiro-ministro António Costa.

O governo se reuniu na última quinta-feira, 25 de novembro, em Conselho de Ministros. Foram determinadas novas medidas para conter a evolução da pandemia, tais como:


  • A testagem regular, a recomendação do teletrabalho (home office) e o uso obrigatório de máscaras em espaços fechados.

  • A apresentação do Certificado Digital Covid (com a confirmação da vacinação completa) volta a ser obrigatória no acesso a restaurantes, estabelecimentos turísticos, hotéis, eventos com lugares marcados e a ginásios/academias de ginástica.

  • Teste negativo da Covid-19 mesmo para pessoas vacinadas para visitas a lares de idosos ou a a pacientes internados em estabelecimentos de saúde, grandes eventos culturais ou desportivos, sem lugares marcados, recintos desportivos cobertos ou ar livre, discotecas e bares.

  • Para entrar no país será exigido o teste negativo para todos os voos que cheguem a Portugal e também para os viajantes por via terrestre, fluvial ou marítima. Haverá sanções para as companhias aéreas que não respeitarem as medidas: 20 mil euros por pessoa não testada que desembarque em Portugal.

  • Na semana de 2 a 9 de janeiro, haverá contenção dos contatos entre pessoas por causa da época festiva. Assim, serão adotadas regras específicas como: teletrabalho obrigatório, fechamento de discotecas e bares e interrupção das aulas presenciais em todos os níveis de ensino, que só recomeçam em 10 de janeiro.

  • O reforço da vacinação na população mais vulnerável faz parte deste novo pacote de medidas.

Além de todas essas medidas, as autoridades de saúde portuguesas já anunciaram que os maiores de 65 anos que, por ventura, ainda não foram vacinados contra a Covid-19 devem se inscrever pelo site específico e pedir agendamento. No mesmo site, é possível agendar também a vacinação contra a gripe que preocupa e muito.

Elétricos em Lisboa, Pixabay
O outono já vai nos deixando. O frio já chegou. ( Foto: Pixabay)

Afinal, o frio chegou. Já tivemos neve na Serra da Estrela. A temperatura aos poucos vai diminuindo. Até em Lisboa já sentimos que o inverno está bem próximo.


As paisagens de outono estão deslumbrantes com as folhas caídas no chão e as árvores coloridas nos tons de amarelo e laranja. Portugal nesta época do ano também tem seu charme.


Um beijo pessoal!

Continuem nos seguindo no Instagram, Facebook e aqui no blog.

22 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo