• Sonaira D'Ávila

Um bondinho nos Alpes da Alemanha


Muitas pessoas sonham em correr para o céu sem nenhum esforço. Os teleféricos tornam esse sonho possível: atingem alturas recordes. No meu caso, quero dividir com vocês uma grande coincidência que faz parte dessa minha vida meio brasileira, meio alemã.


Nas muitas idas e vindas, descobri ao lado de minha casa na Bavária uma montanha com um bondinho. Para quem vem do Rio de Janeiro e tem o Pão de Açúcar no quintal de casa, descobrir um outro bondinho nos Alpes da Alemanha pertinho do meu outro lar é demais. Descobri o Predigtstuhlbahn, um dos 10 teleféricos mais espetaculares do mundo que paira acima da cidade alemã de Bad Reichenhall, que abriga 18 mil habitantes, inclusive eu.


A HISTÓRIA DE PREDIGTSTULBAHN

Com mais de 80 anos de operação, ele é o teleférico original mais antigo do mundo com uma vista fantástica das montanhas. Quando as portas da gôndola se fecham, você nem acredita que vai sobreviver aos próximos nove minutos: tem uma mistura de aventura e magia.


Desde 1º de julho de 1928, o famoso Predigtstuhlbahn se orgulha de transportar seus passageiros com segurança para o alto da montanha Predigtstuhl que tem 1.614 metros de altura. Lá de cima, há uma vista deslumbrante da cidade de Bad Reichenhall, de Salzburgo (Áustria) ao norte, de Watzmann e dos altos Alpes no sul. No oeste, a visão vai até os Alpes Chiemgau e tiroleses. É um passeio incrível.



Predigtstuhlbahn também é carinhosamente chamada de a "Grande Dama dos Alpes”, Grande Dame der Alpen, por ser o último teleférico desse tipo e preservado em sua forma original. Desde o início, o bondinho foi considerado um modelo perfeito de extrema elegância no que diz respeito ao tipo de construção além de ser um marco na época.


O passeio e a vista dos Alpes bávaros é um misto de nostalgia com uma pitada de aventura. Em 2006, o teleférico Predigtstuhlbahn foi declarado monumento técnico pelo “Escritório de Proteção de Monumentos” da Bavária.


SINERGIA COM O RIO DE JANEIRO

Em 2008, ocorreu uma grande discussão sobre o bondinho. Um empresário de Hamburgo imaginou um projeto ambicioso para ser implementado no alto do Predigtstuhl, que significa em alemão “cadeira de oração”. O tal empresário ousou: “o que os brasileiros podem fazer, nós podemos fazer por muito tempo", disse. Sua ideia era criar a maior estátua de Cristo do mundo que seria erguida na montanha para onde as pessoas seriam transportadas pelo bondinho.


Os planos do empresário esquentaram os ânimos da cidade de Bad Reichenhall durante alguns meses. A estátua planejada no alto do Predigtstuhl teria 60 metros de altura, 20 metros mais alta do que o Cristo Redentor carioca, assim, poderia ser considerada a oitava maravilha do mundo. O povo aqui não brinca quando o assunto é quebrar recordes. Os rascunhos do projeto foram do artista bávaro Angerer dem Älteren (foto acima). Para a obra, seriam necessários dois milhões de euros como financiamento inicial.


Esperava-se que esse projeto também tivesse efeitos positivos para o turismo da região. Por exemplo: a criação de grandes eventos com milhões de peregrinos e de turistas do mundo todo, o que poderia trazer uma renda considerável para a cidade. Mas, após um plebiscito popular, o projeto não andou.

Sempre reflito sobre toda essa história peculiar. Pensem se não é totalmente do “Rio pra cá”. O Cristo Redentor no Rio de Janeiro é mundialmente famoso, certo? A estátua de 38 metros de altura foi declarada uma das sete novas maravilhas do mundo moderno. Na foto acima (Pixabay) dá para perceber a grandeza do monumento.

E, eu, que vivo nessa ponte entre Brasil e Alemanha, vim morar exatamente em Bad Reichenhall, a cidade que um dia sonhou em rivalizar com o Rio de Janeiro por conta de uma estátua do Cristo.


E, não deixem de nos seguir no Instagram e também no Facebook.


235 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo