• Do Rio pra cá

Férias! 10 dicas como planejar

Atualizado: 5 de Out de 2019


Férias, palavrinha mágica. Há tempos que não tiro trinta dias diretos. Não só porque a vida profissional é muito intensa, mas, também porque dividir o período permite viajar mais de uma vez por ano... Aí, sim! No trabalho, terminei um projeto e já estou começando outro, então, entre ambos, viajo por dez dias.

Escrevo do trem, à caminho do Porto. Aqui algumas dicas sobre como planejei a “retirada”:

1 - Informações sobre o clima: A estação definirá o tipo de roupas que preciso levar, assim como o tamanho da mala (roupas e calçados de frio ocupam mais espaço);

2 - Local de hospedagem: Se for hotel, mais peças, se for apartamento e houver máquina de lavar, menos. De qualquer maneira, sempre há as lavanderias self service que salvam;

3 - Período de estadia: Costumo passar o dia todo fora, explorando os locais, então, cálculo uma muda de roupa por dia. Se forem dez dias, levo quatro (no máximo cinco trocas / + três peças de roupa para saídas noturnas. Lenços e echarpes dão uma super ajuda também, pois modificam o figurino sem ocupar muito espaço;

4 - Vestido coringa: Sempre bom ter um pretinho básico ou um azul marinho para ocasiões “surpresa”;

5 - Necessaire: Frascos pequenos de hidratante, filtro solar e leave-in. Shampoo, condicionador e sabonete eu compro na viagem. AMO visitar farmácias e mercados locais. Maquiagem só o básico (corretivo, rímel e gloss cor de boca) + água micelar;

6 - Minhas malas são de policarbonato. São mais resistentes e basta passar um pano úmido que estão limpas. Odeio malas grandes, então, mesmo numa viagem longa, uso o tamanho médio. Para viagens de final de semana (ou até cinco dias), uso a menor. E juro que cabe tudo o que preciso;

7 - Bagagem de mão (mochila, sempre): Carteira maiorzinha onde guardo passaporte, seguro saúde e reservas do hotel impressos, dinheiro vivo, cartão de crédito (previamente desbloqueado) + bolsinha com protetor labial, mini água termal, óculos escuros, laptop, celular e um bom livro.

8 - Visto sempre roupas neutras para voar: calça jeans (strech!!), camisa social lisa, casaco leve, meias sem punhos, tênis confortáveis (uso sempre Osklen, Nike ou Adidas);

9 - Se o local de destino for inédito, sempre carrego na mala um guia (faço coleção dos guias da Folha de São Paulo) e já chego com uma pesquisa prévia de lugares que não posso deixar de visitar;

10- O melhor da viagem é o que a gente aprende. Andar nas ruas observando as pessoas e seus costumes é sempre enriquecedor. Fotografe sim, mas, principalmente, deixe-se apaixonar pelo que vê e curta o momento. Não perca seu precioso tempo dentro de lojas. Compre coisinhas sim, mas, há muito a aprender sobre os costumes locais, além dos shoppings. Fuja dos restaurantes em pontos “turísticos”. Estes são sempre os mais caros e menos gostosos. Observe os pequeninos. Há verdadeiras preciosidades escondidas em ruelas...

Concorda com estas dicas de como planejar as férias? E quais são as suas dicas, conta pra gente?

E pra você que me lê, passa no nosso Facebook , Instagram e Youtube são tantas histórias pra acompanhar...

#VanessaVeiga #RiodeJaneiro #Férias

0 visualização

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle