• Do Rio pra cá

Morar fora do Brasil mais uma vez

Atualizado: 6 de Out de 2019


Eu não imaginava que iria morar fora do Brasil mais uma vez. Quando somos mais jovens a adaptação em um novo pais é bem mais fácil. Acredito que esse fato seja pela questão de sermos mais flexíveis quando jovens, mas as aventuras, os desafios e encontros são sempre experiências novas e únicas.

Paulistana que morou no Rio e desembarcou na Alemanha com a família. Eu nunca tive relações próximas ou curiosidade em conhecer a Alemanha e isso mudou quando eu casei com um Alemão.

Minha percepção da Alemanha e dos alemães mudou muito depois que mudamos para cá. Muitos de nós no Brasil achamos que os alemães são pessoas frias e na verdade a cada dia descubro que essa imagem que temos deles é muito em parte pela questão do respeito ao outro e pela questão da individualidade. No fundo eles são bem afetivos e isso me surpreendeu. Minha experiência desde que cheguei está sendo boa e interessante.

O idioma é uma das questões mais chaves para a integração e adaptação. Na Alemanha, em cidades grandes, a maioria das pessoas falam inglês, o que facilita o dia a dia dos estrangeiros como eu. Muitas pessoas que moram na Alemanha ficam dentro de suas comunidades pela questão de afinidade, cultura e comunicação. Isso também faz com que a gente se sinta mais em casa mesmo estando em um pais estrangeiro, mas a negação para enfrentar essa realidade eu não entendo. O alemão é um idioma difícil, mas o português também não é nada fácil.

Quando mudamos para Alemanha percebemos logo de cara a facilidade para resolver as coisas, sem muita burocracia e com muita eficiência, o que facilita o dia a dia, sobrando mais tempo para nós mesmos e atividades de lazer e convívio. Mas não pensem que aqui é o paraíso, nós também passamos por situações engraçadas e inesperadas, como por exemplo: um mês para instalar internet, sinal ruim quando você está em uma reunião de trabalho, atraso em transporte público, dificuldade de encontrar casa para alugar pela alta demanda existente (em grandes cidades), sinal de telefone não pega em alguns pontos, entre outros. O mais chocante para mim foi a dificuldade de conseguir colocar a minha filha na creche. Nós pensamos que em países desenvolvidos tudo funciona e que as coisas são bem mais fáceis, uma vez que a estrutura do Estado e social é muito forte e estabilizada (o que eu pessoalmente acho ótimo).

A saudade da terrinha, da família e dos amigos existe e sempre existirá, mas estar presente onde você está e se relacionar com as pessoas a sua volta é uma das melhores formas para adaptação e preenchimento da alma. Então independentemente de onde estiver dignifique a cena, esteja presente e seja feliz com o que você é e tem, porque a grama do vizinho com certeza não é mais verde que a sua!:)

Um grande abraço e até a próxima, Carolina!

Que tal acompanhar nossas histórias pelo mundo? Então passa lá na nossas páginas no Facebook,Instagram,YouTube.​

Carolina Cardoso

Paulistana que morou no Rio, Califórnia, Austrália e agora vive na Alemanha. As experiências de morar fora me abriram muitos leques e fizeram eu me encontrar e adorar trabalhar na área de educação internacional . Isto me deu oportunidade de conhecer lugares interessantes , pessoas do mundo todo e fazer algo que amo!:)

#CarolinaCardoso #Convidada #Morarfora #Alemanha #Dicas #SeuLugar

92 visualizações

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle