• Guiga Soares

Fortaleza de Santa Cruz da Barra: história na defesa dos mares do Rio

Atualizado: Fev 1


Fortaleza de Santa Cruz da Barra, parece até a estrutura de um castelo à beira do mar do Rio de Janeiro: (Foto: O Globo)

A fortaleza de Santa Cruz da Barra está fincada em uma área rochosa de Niterói que mais parece um braço que avança pelo leste entre o oceano Atlântico e a baía da Guanabara. Seu posicionamento geográfico é estratégico, o que foi percebido desde o século 16 por franceses, portugueses e piratas.


Como já havia dito, estou escrevendo sobre esse roteiro sobre os 4 fortes históricos do Rio de Janeiro:

Fortaleza de Santa Cruz da Barra

Forte de Copacabana

Forte Duque de Caxias no Leme

Fortaleza de São João na Urca


Resolvi começar nosso roteiro pela Fortaleza de Santa Cruz da Barra porque é o forte que há mais séculos paira soberano na defesa da nossa costa. É um programa espetacular. A vista é única!

Daí, a sua importância na segurança de toda a região do Rio de Janeiro desde o século XVI. Lembro das inúmeras vezes que lá estive para a produção de fotos para editoriais de moda. O local é incrível. Uma imensidão de mar com terras a perder de vista de um lado e do outro da entrada da baía de Guanabara e o Pão de Açúcar.


Segundo conta a história, sua fundação remonta o ano de 1555 com a instalação de 2 canhões numa fortaleza rudimentar pelo francês Nicolau Durand de Villegagnon. Ouvimos e lemos muito a respeito da façanha desse almirante francês durante os anos de colégio. Ele e seus soldados fazem parte da História do Brasil.


Das guaritas, é possível curtir a paisagem e imaginar como eram as lutas pela pelo nosso território. (Foto: Fundação Cultural do Exército)

Villegagnon e sua esquadra chegaram às costas do estado do Rio de Janeiro no mesmo ano de 1555, mais precisamente na região de Cabo Frio. Nessa época, os franceses tentavam estabelecer por aqui a chamada França Antártica. Seria uma base de onde a Coroa Francesa poderia controlar o comércio para as Índias. O objetivo da ocupação dessa área onde está a fortaleza era mesmo proteger a entrada da baía das prováveis invasões portuguesas ou de piratas.


Ainda segundo os textos históricos, o nome do francês Villegagnon também batizou uma pequena ilha localizada no interior da baía de Guanabara onde foi erguido o forte Coligny e que abriga a Escola Naval desde 1938.


O sobe e desce dentro da fortaleza construída em cima de uma área rochosa (Foto: Fundação Cultural do Exército)

A ocupação francesa só começou a acabar com uma expedição portuguesa que se iniciou em 1565. E, só acabou de vez em uma sangrenta batalha em 1567 comandada pelo fundador da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, o português Estácio de Sá, sobrinho do governador-geral Mem de Sá.


Estou amando essa série sobre os fortes: foi como eu voltasse aos dias de escola. Na minha fase de colégio, adorava as aulas de História. Ficava imaginando como eram aqueles dias de batalhas, conquistas. Era uma viagem infantil.


Depois que os franceses foram expulsos, e ainda durante o período colonial, a fortificação ganhou o nome de Bateria de Nossa Senhora da Guia. E, somente em 1612 recebeu a denominação Fortaleza de Santa Cruz da Barra quando passou a integrar parte do sistema de defesa da entrada da baía da Guanabara.


Entrada da fortaleza: entrada para uma experiência histórica (Foto: Exército Brasileiro)

Durante a 2ª Guerra Mundial, a fortaleza apoiou as ações da Força Expedicionária Brasileira. Recentemente, em 2010, recebeu o título de uma das Sete Maravilhas da cidade de Niterói. É considerada um dos marcos na arquitetura militar luso-brasileira.


A capela de Santa Bárbara cuja a pedra fundamental é de 1612 ( Foto: Fundação Cultural do Exército)

Além dos detalhes militares da fortificação que nos remetem ao período da fundação do Rio, o lugar ainda abriga a capela de Santa Bárbara cuja pedra fundamental é datada de 1612.


Do alto do rochedo e através das muitas guaritas, a gente pode ver a imensidão do mar navegado por naus francesas e portuguesas e navios piratas há tantos séculos, a lagoa de Piratininga, o Cristo Redentor, o forte de São João na Urca do outro lado da baía, o contorno da paisagem da cidade do Rio de Janeiro e muito mais.


Gente, o endereço da Fortaleza Santa Cruz da Barra está abaixo. O passeio é show! Imperdível. O acesso pode ser de carro ou de ônibus saindo do terminal rodoviário de Niterói. Para agendar visitas, o e-mail é agendafscb@gmail.com.


  • Estrada General Eurico Gaspar Dutra, s/n, Jurujuba, Niterói


Depois, conta pra gente como foi esse passeio que faz a gente voltar anos e anos na história da nossa cidade e do país. Nosso Instagram e nosso Facebook aguardam os comentários! Até mais ver!

151 visualizações

siga!

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle