• Mônica Marks

O privilégio de viver à beira do rio Reno


Como vocês sabem, moro em Basel, Suíça, cidade cortada por um dos maiores rios comerciais do mundo: o rio Reno. Para uma carioca habituada desde criança a ter o mar e praia por perto, considero um privilégio essa proximidade com água mesmo que fluviais.


O rio nasce nos Alpes suíços a leste e atravessa cinco países – Suíça, Alemanha, França, Áustria, Liechtenstein e Holanda. Deságua no Mar do Norte depois de percorrer, em 1233 km, a Europa de sul a norte. Sua importância vem desde o Império Romano já que foi a principal fronteira setentrional da ocupação junto com o rio Danúbio.

Os romanos o chamavam de Rhesus. Foi através dele que desenvolveram e integraram diversas rotas e culturas de diferentes povos durante anos. Com o passar dos séculos, após guerras e mudanças políticas, o rio Reno foi ganhando cada vez mais relevância no desenvolvimento dos lugares por onde passava. Hoje, pelas suas águas, vemos navios de turismo, barcaças com produtos agrícolas, carvão, carros e muitas outras mercadorias, além, é claro, de lanchas e iates.


APROVEITANDO O RIO RENO

Agora, já com a proximidade do verão, os habitantes Basel podem curtir mais esse privilégio de viver à beira do rio. Para isso, foi criado um mapa afixado em várias partes da cidade chamado Rhy (foto acima).

Nele estão demarcadas todas as áreas onde cada atividade esportiva e de lazer pode ser realizada. Tudo é muito organizado e ajuda para que ninguém interfira no momento de folga ou de treino de outra pessoa. Ele tem um apelido carinhoso: Rilax, mistura das palavras Reno e relax.

Há um espaço onde é permitido nadar já que os enormes cargueiros continuam a navegar. Há outro que é destinado aos apreciadores do nudismo. Sim, há uma praia só para nudistas. Existe outra parte para fazer churrasco, piqueniques ou para apenas curtir o sol. O pessoal que gosta de esportes, como o wakeboard e waterski, também deve observar determinadas regras para não machucar ninguém.


Detalhe: não é permitido pescar. No verão, a temperatura da água pode chegar a 23º ou 24º, o que é bem mais agradável do que os 12º da primavera.

Os habitantes das cidades por onde o rio Reno passa sabem da sua importância para os negócios e para o comércio de toda a Europa. Mas, acredito, que o mais relevante para todos é a sua própria existência na vida de cada um.


Não deixem de nos seguir no Facebook e também no Instagram.

Fotos do rio Reno: Pixabay.



31 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo